segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Cerelac

E hoje voltei aos meus 5 anos. Então não é que estava eu numa das minhas últimas aulas e os meus colegas começaram a falar de Cerelac e Nestum. Meu Deus subiu-me um apetite e tive de mandar uma mensagem à minha irmã para que me fosse comprar Cerelac, porque ela já estava em casa. Cheguei a casa, fiz-me um pratinho de Cerelac e soube-me pela vida. Aquele sabor trouxe-me tantas recordações que pôs-me a sorrir como uma criancinha. Viva a Cerelac!

1 comentário:

Só Maria disse...

Por acaso n gosto nada de papas... Mas percebo isso. Sinto-o quando tomo torradas e leite com cevada...