quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Carta de Amor

Tenho um trabalho de casa, para entregar sexta-feira, e basicamente o que temos de fazer é uma carta de amor. Para quem ou o que quisermos. É fácil? Não! Já tenho uma feita, que escrevi há alguns meses, e que, por acaso, publiquei-a aqui. Este texto, a par deste que publiquei há pouco tempo, devem ser os textos dos quais mais me orgulho. São sobre pessoas espectaculares, acho que ficaram muito bem escritos e ficaram demasiado sinceros. E adoro-os... Demais!
Mas voltando ao tema da carta, eu gosto muito daquele texto, mas não sei se deva entregá-lo, nem lê-lo. Por um lado quero, porque três das pessoas que refiro iam ouvir o que penso sobre eles, mas por outro lado sinto que está demasiado piroso e lamechas. Apesar de ser a menina lamechas do grupo, não sei até que ponto deva lê-lo. Para além do mais gostava de escrever muitas cartas, visto que queria escrever para muita gente... E por isso estou a ouvir baladas "deprimentes" para ver se me inspiro.

Sem comentários: