quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Discursos e coisas confusas

Este ano, quando tive de escolher duas disciplinas de opção, soube que iria adorar Psicologia B. É uma das áreas que mais me fascina; pela minha maneira de ser, tem tudo a ver comigo. Como eu costumo dizer, se não precisasse muito de uma profissão bem remunerada iria para Psicologia e estudaria a vida toda. 
Mas continuando, acabei por escolher Psicologia e tenho vindo a adorar. No início a matéria era menos interessante, visto que se focava mais na parte biológica do ser humano. Este período começamos a abordar as relações interpessoais e, tal como estava à espera, é a matéria que me tem deixado mais entusiasmo. É incrível perceber o que vai cá dentro e, há medida que as aulas vão passando, vou gostando cada vez mais.
Porém, é assustador abordar alguns temas. O que temos vindo a abordar, apesar de ser o mais interessante desde o início do ano, tem sido bastante... estranho? É estranho perceber o porquê e o como de algumas coisas. É estranho, porque perde-se algum romantismo... E fica-se um bocado baralhada e confusa, porque pomo-nos a reflectir sobre o que tem acontecido de há uns tempos para cá e, apesar de muita coisa começar a fazer sentido, outras começam a levantar algumas questões. 
Mesmo assim, obrigada Psicologia, por me pores a pensar a sério sobre algumas coisas.  

1 comentário:

Ace disse...

é uma das minhas disciplinas preferidas