segunda-feira, 16 de junho de 2014

"Amo-te para sempre"

Será que isso do "Amor para Sempre" ainda é verdade? Será que as pessoas ainda querem saber umas das outras até ao fim da vida? Ou viramos todos uma cambada de egoístas que, ao fim do primeiro obstáculo, toca de pôr a culpa no outro e fazer pés ao caminho?
Ando um bocado descrente no amor, verdade seja dita. Não que não o sinta, não que não o tenha, mas acho que já não acredito nele da forma que acreditava. Porque à minha volta só vejo pessoas a tratarem mal outras, a não quererem saber dos sentimentos uns dos outros e a olhar para o amor como se fosse algo tão banal. Será que ainda há amores para sempre? Ou melhor, será que as pessoas ainda estão dispostas a resolverem as coisas sempre que estas correrem mal, para que possa durar para sempre?


Sem comentários: