domingo, 27 de janeiro de 2013

Eu e o hospital

E ontem pela primeira vez na vida entrei no hospital de S. João. Tive de ir às urgências e tive hipótese de sentir na pele o que as pessoas tanto criticam. O que é certo é que, apesar de ter ido às urgências pediátricas (porcausa da minha idade) não tenho muito a apontar.
A primeira chamada, para a triagem, deu-se pouco tempo depois de ter dado entrada nas urgências e depois veio a parte chata. Depois da triagem mandaram-me para uma sala de espera na qual estive cerca de uma hora e meia até me chamarem novamente. (Estava uma mãe atrás de mim a dizer que, uma das vezes que tinha ido lá com a filha, esteve seis horas à espera. Seis! Com uma miúda de quatro anos!!) Mas, fomos na hora de mudança de turnos, o que agravou a situação, levando-me a crer que, se não fosse isso, a espera tinha sido menor.
Sinceramente gostei muito do serviço, mesmo apesar da espera. Toda a gente muito simpática e atenciosa, e tive a sorte de apanhar uma boa médica.
Depois disto tudo ponho-me a pensar: será que quando as pessoas se queixam é por serem extremamente impacientes e intolerantes, porque afinal de contas é um hospital público para onde toda a gente vai se tem algum problema, ou por serem, efectivamente, mal atendidas?

1 comentário:

Só Maria disse...

Às vezes as pessoas tem mesmo pouca paciência...
http://de-sabafo.blogspot.pt/