sábado, 28 de dezembro de 2013

Daquelas pessoas

Se há pessoa que eu sei que nunca me vai ser indiferente é ele. Depois de tudo porque passamos acho que é completamente normal. Ele foi uma parte muito grande da minha vida, temos uma história... complicada, mas eu adoro-o. E hoje foi mais uma prova disso. Ando com o coração minúsculo desde manhã por ele e só quero que ele esteja bem. Nunca o vi como o vi hoje e isso chocou-me tanto e deixou-me tão triste que acho que ninguém imagina. Só me apetecia agarrá-lo com muita força, levá-lo dali e dizer-lhe que vai ficar tudo bem e que ele não está sozinho. Eu tenho as minhas pessoas, os meus melhores amigos, mas ele sei que vai ser sempre ele. Sei que vai estar sempre ali. Até me pode achar a maior chata do Mundo, mas acho que se precisar ele vai estar lá. E eu estou. Eu estou aqui! E vou estar sempre. Porque podemos estar sempre a gozar um com o outro e até podemos chatear-nos mil vezes durante esta vida, mas ele vai ser sempre aquela pessoa que eu vou olhar com outros olhos, que vou dizer que é um palerma e que foi um pulha comigo, mas lá no fundo adorá-lo imenso. Ele é aquela pessoa e vai ser sempre ELE. Apesar de tudo o que já aconteceu e ainda possa vir a acontecer. E sempre que puder vou tentar ajudá-lo, porque não consigo voltar a vê-lo como vi hoje.

Sem comentários: