quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Tem dias...

Quem me conhece bem sabe que com os meus amigos mais próximos sou muito carente e muito dada ao mimo. Com a minha família já não sou assim, mas com os meus melhores amigos sou assim. Já fui mais, é certo, mas ainda sou muito. Talvez por gostar demasiado deles e ter medo de os perder. Porque também gosto muito dos meus pais, da minha irmã, dos meus avós e dos meus tios e primas, mas esses sei que, em princípio, vão estar sempre lá para mim. Com os meus amigos isso já não acontece, visto que sei que um dia podemos afastar-nos ou deixar de ser tão amigos como somos agora. É por isso que sou tão "melosa" com eles. Tenho necessidade de lhes dizer que gosto deles, apesar de agora já não o fazer tantas vezes. Tenho necessidade de lhes dar abraços e beijinhos. Tenho necessidade de lhes desenhar corações nos livros e cadernos. Porque gosto muito deles. Muito mesmo!!
Por causa disto, hoje voltei a sentir saudades dela. Mudou de escola e, apesar de estarmos juntas pelo menos uma vez por semana e de falarmos todos os dias, não é a mesma coisa. Continuo a gostar dela da mesma maneira e ela continua a gostar de mim da mesma maneira, continuo a abraçá-la com a mesma força e ela a mim; mas não é a mesma coisa. Ela não está comigo na escola todos os dias, ela não vem comigo à casa de banho nos intervalos, nem fica como meu par nas aulas de Educação Física. Já não é a minha companhia nas idas ao bufete, nas discussões com os outros dois, nem nas conversas de balneário e, apesar de isto já acontecer desde Novembro e de eu já me ter habituado a tudo, hoje voltou a ser difícil. Porque ela veio cá e eu tive de me despedir dela. Porque ela veio cá e estivemos os quatro juntos outra vez. Porque ela veio cá e ele ficou muito mais feliz. Porque ela veio cá e parecia que éramos os quatro da mesma turma na mesma. Porque ela veio cá e apesar de eu me ter despedido com um "Até amanhã", porque o vai ser, não o vai ser na escola e isso é diferente! Podem-me dizer que não, mas é! E há dias em que nem penso nisso, muitos até, mas há outros em que custa pelos que não custa e pelos outros todos. Hoje foi um dia desses e voltei a chorar por causa disto!

1 comentário:

Ace disse...

tem força, baby! :)